GESTÃO DE SAÚDE | 22.JULHO.2021

Como reduzir custos com saúde nas empresas

É sabido, há alguns anos, que os custos com assistência médica representam o maior investimento feito pelas empresas, estando atrás somente da folha de pagamento. Não é surpresa, então, que diante de crises econômicas, pareça quase impossível manter planos de saúde e odontológicos como benefícios para os funcionários.

Existem algumas medidas de curto prazo para reduzir as despesas em momentos como este. E o resultado provavelmente será imediato. Mas, se mal feitas, temporário. E ainda podem desencadear um cenário geral de insatisfação.

Benefícios precisam ser pensados para conciliar os interesses dos funcionários e da empresa. Só assim eles serão sustentáveis.

Embora crises exijam decisões rápidas, não existe bala de prata. Resultados consistentes são alcançados apenas a partir de iniciativas planejadas com foco no usuário e no controle de riscos. Em relação ao que é gerenciável, as empresas têm um leque de possibilidades.

Preencha o formulário abaixo, e receba o ebook completo sobre gestão de saúde nas empresas.

O que é FAP, para quê serve e como gerenciar

Quer saber mais sobre Gestão de Benefícios? Continue acompanhando a It’sSeg nas redes sociais! Você também pode se inscrever em nossa newsletter semanal.