VIDA SAUDÁVEL | 26.MARÇO.2018

Usuários de planos de saúde se preocupam mais com o bem-estar

No início de 2017, a ANS publicou o Vigitel Brasil, um estudo realizado em parceria com o Ministério da Saúde. A pesquisa existe desde 2006, mas só a partir de 2008, com a ajuda da agência, ela passou a analisar separadamente os beneficiários dos planos de saúde. Cruzando os dados dos dois levantamentos, é possível notar algumas diferenças entre eles.

Quando analisamos apenas os dados de beneficiários de planos de saúde, vemos que há um engajamento maior na busca por uma vida mais saudável: 42,3% dos entrevistados, por exemplo, praticam atividade física no tempo livre, contra 37,6% do levantamento geral.

/ Beneficiários de planos de saúde:
› 51,5% dos homens praticam atividade física no tempo livre
› 35% das mulheres praticam atividade física no tempo livre

Na comparação entre os dois estudos, os usuários de planos de saúde também consomem menos carne com gordura (27,8% a 32%) e bebem menos refrigerante (14,7% contra 16,5%).

No quesito obesidade, o levantamento com os usuários de planos de saúde indica uma menor incidência da doença (17,7% contra 18,9%). A diferença, no entanto, é mínima quando analisamos os indivíduos que estão com sobrepeso (53,7% contra 53,8%).

/ Beneficiários de planos de saúde:
› 61,3% dos homens estão com sobrepeso
› 47,7% das mulheres estão com sobrepeso

Com relação ao tabagismo, enquanto 10,2% dos brasileiros em geral se consideram fumantes, no universo dos planos de saúde esse número cai para 7,3%. O número de fumantes passivos no segundo grupo também é menor (6,3% contra 7,3%).

/ Beneficiários de planos de saúde:
› 9% dos homens são fumantes
› 6% das mulheres são fumantes

 

Consumo de álcool preocupa

Analisando as duas pesquisas, nota-se que o estudo com os usuários de planos de saúde indica um maior consumo de álcool de forma abusiva (20,4% contra 19,1% do levantamento anterior). Eles também são maioria quando o assunto é conduzir um veículo motorizado após consumir qualquer quantidade de bebida alcoólica (10,1% a 7,3%).

X