BOA NOTÍCIA | 05.FEVEREIRO.2018

Planos de saúde em recuperação

A ANS acaba de disponibilizar em seu site os dados atualizados do mercado de saúde suplementar referentes ao mês de dezembro de 2017. O setor encerrou o último ano com 47,3 milhões de beneficiários em planos médico-hospitalares, uma redução de 0,8% em relação ao ano passado, embora apresente um pequeno aumento em comparação a novembro do mesmo ano. Os planos exclusivamente odontológicos totalizaram 23,2 milhões de beneficiários, com crescimento de 155.962 de usuários.

 

Mercado de planos de saúde em 2017

A desaceleração da recessão em 2017 fez com que o mercado de planos de saúde perdesse menos. Após perder 1,4 milhões de beneficiários em 2016 – uma redução de 2,6% – a queda foi mais amena em 2017 – 280 mil pessoas deixaram de ter plano de saúde no último ano – representando 0,6% de queda, menos de ¼ do número registrado em 2016, o que pode indicar uma recuperação do setor.

Nos planos coletivos empresariais os usuários diminuíram, passando de 31,5 milhões em 2016 para 31,4 em 2017, isso porque as oportunidades com carteira assinada não cresceram como esperado, dando lugar à informalidade, que aumentou no país no mesmo período.

 

Planos médico-hospitalares crescem em 13 estados

Em dezembro de 2017 o número de beneficiários nos planos de saúde chegou ao total de 47,3 milhões. Entre novembro e dezembro houve uma variação positiva de 0,23%, 108.551 novos contratos.

Na comparação anual, 13 estados brasileiros tiveram aumento de usuários: Amazonas, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Piauí, Rio Grande do Norte, Santa Catarina e Sergipe. A taxa de cobertura nacional é de 24,3%.

 

Planos odontológicos continuam crescendo

Os planos exclusivamente odontológicos encerram 2017 com 23,2 milhões de beneficiários, um aumento de 155.962 usuários em relação ao mês de novembro. Desse total, 17 milhões são do tipo coletivo empresarial. A taxa de cobertura fechou dezembro com 11,9%.

Os números são atualizados mensalmente na Sala de Situação no site da ANS. Além da variação dos beneficiários, também estão disponíveis informações sobre operadoras ativas, receitas e despesas assistenciais, entre outras.

X