SAÚDE INFANTIL | 23.NOVEMBRO.2017

Dia Nacional de Combate ao Câncer Infantil

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer representa a primeira causa de morte por doença em crianças e adolescentes de 1 a 19 anos no Brasil. Os cânceres mais comuns nessa faixa etária são: leucemias e tumores que afetam o sistema nervoso central e o sistema linfático. Outros tipos também podem surgir, como: tumores renais, ósseos, germinativos (atingem as células dos ovários e testículos), tumores nas partes moles (músculos e tecidos de gordura) e retinoblastoma. O INCA estima que, até o final de 2017, ocorrerão cerca de 12.600 casos novos de câncer em crianças e adolescentes. Em 2013, foram registradas 2.835 mortes por câncer nessa faixa etária.

 

Sintomas

É importante que os pais ou responsáveis fiquem atentos e procurem um médico pediatra ou hebiatra caso surjam sintomas como: febre prolongada sem causa identificada, ínguas de crescimento progressivo, dor de cabeça e vômito sem causa aparente, crescimento do olho, mancha roxa, reflexo esbranquiçado no olho quando há incidência de luz ou diminuição da visão, dor ou caroço nas pernas ou perda de equilíbrio, dores nos ossos ou juntas, caroços pelo corpo, principalmente na barriga, perda de peso e palidez.

 

Prevenção

Hoje, se uma criança ou adolescente recebe o diagnóstico de câncer precocemente, as chances de cura chegam a 80%. As recomendações de prevenção estão relacionadas a uma boa qualidade de vida, que engloba alimentação balanceada, longe de alimentos industrializados e prática de atividades físicas com regularidade.

X