CAMPANHA DE VACINAÇÃO | 21.SETEMBRO.2017

A vacinação de HPV é temporariamente ampliada pelo SUS

O Ministério da Saúde prorrogou a ampliação temporária da faixa etária de vacinação contra o HPV. Agora, homens e mulheres de 15 a 26 anos podem receber a vacina nos postos de atendimento do SUS que tiverem doses em estoque. Inicialmente, a mudança estava prevista para terminar em setembro deste ano, mas foi prorrogada até março de 2018.

Para esta faixa etária, o esquema vacinal é de 3 doses, com intervalo de dois e seis meses a partir da primeira dose. Quem receber a primeira vacina em março do próximo ano, terá garantida as outras duas doses pelo SUS.

O Ministério da Saúde repassa mensalmente as vacinas, conforme solicitação. Os estados são responsáveis por fazer a distribuição aos municípios. As doses são envias com no máximo seis meses da data de fabricação.

Apesar de todo os esforços em campanhas, a cobertura da vacinação ainda está abaixo da meta esperada de 80%, o que gerou este estoque. Assim, o objetivo dessa mudança temporária é evitar o desperdício. A recomendação é que os municípios utilizem as vacinas com prazos de validade a expirar até março de 2018 ou até que durem estes estoques.

Após esta data, se não houver outra prorrogação, a vacinação de rotina continuará igual – meninos entre 11 e 13 anos e meninas de 9 a 14 anos devem receber duas doses, com intervalo de 6 meses entre as aplicações. Pessoas que passaram por transplantes de órgãos sólidos e medula óssea, pacientes oncológicos e portadores do vírus HIV de 9 a 26 anos também podem tomar a vacina.

X